Cirurgia da Calvície / Transplante Capilar (FUT e FUE)

A calvície é um problema que acomete hoje cerca de 50% dos homens e é crescente também entre as mulheres. A causa é principalmente genética, associada a fatores hormonais, psicossomáticos e deficiências nutricionais.

Existem hoje medicamentos tópicos e orais que retardam a progressão da calvície, associados a cirurgia de transplante capilar ( conhecida popularmente como implante de cabelo) são o controle para os que sofrem com este mal. Atualmente o laser de baixa potëncia, laser de CO2 fracionado e microagulhamento com drug delivery usados em homens e mulheres também tem se  apresentado como alternativa de tratamento.

Ao contrário do que acontecia a alguns anos, as técnicas de transplante capilar hoje deixam um resultado bastante natural e uma densidade esteticamente boa com apenas 1 sessão ( a depender do grau de calvície de cada caso). Na tecnica classica, FUT,Os fios são separados de forma artesanal através de instrumentos de microscopios; os quais possibilitam o maior aproveitamento dos fios e o transplante de grande quantidade (cerca de 8000 fios por sessão) com manutenção de suas características. Os fios são colocados um a um, com distancia de 1mm entre eles na área calva previamente delimitada em combinado com o paciente. A área doadora de fios é a região da parte posterior da cabeça ( próximo a nuca). Essa técnica exige uma equipe altamente treinada ( enfermeiras e instrumentadoras) além do cirurgião plástico com formação em cirurgia da calvície. A tecnica de Extração de Unidades Foliculares ( FUE – Follicular unit extraction) consiste na obtenção dos fioa ( unidades foliculares ) da area doadora com tecnica minimamente invasiva ( remoção por micropunchs , 0,9 a 1,0 mm ). Os foliculos extraidos sao aplicados na area a ser preenchida. Essa nova tecnica nao deixa cicatriz linear, possui recuperação mais rapida, realizada com anestesia local e pode ate corrigir cicatrizes previas de outra cirurgia capilar.

. Não são necessários curativos e o paciente retoma suas atividades 48h após o procedimento. Os cuidados pós-operatórios são evitar sol na área operada por 1 mês e exercícios físicos por 15 dias. Algum edema (inchaço) pode ocorrer em cerca de 30% dos pacientes nas primeiras 48h/72h

Os resultados são observados a partir de 6 meses após a cirurgia quando os fios começam a crescer proporcionando um aspecto bastante natural e rejuvenescido da face. O resultado final é obtido apos 1 ano do procedimento.